quinta-feira

As comemorações do Natal surgiram no sec.IV, logo que a Igreja Católica se estabeleceu em Roma.

As comemorações do Nascimento de Jesus eram feitas em cerimônia dentro da igreja, junto com o rito tradicional.

Somente a partir do sec.XIII, São Francisco de Assis resolveu fazer a comemoração do lado de fora da igreja, construindo, de barro, uma representação do nascimento de Jesus, com imagens de Maria, São José e do Menino Jesus, além de alguns animais como, a vaca, jumento e carneiros.

Ao longo dos séculos, esse modelo de representação e comemoração se tornou, na prática, comum por todo o mundo católico.

A Árvore de Natal e o Papai Noel – originalmente inspirado em São Nicolau – conviveram por algum tempo com o Presépio, até se tornarem, atualmente, os únicos símbolos dessa nova festa, que celebra o consumo, o excesso de alimentos e de bebidas alcoólicas.

O Presépio de Natal, com todo o seu simbolismo, de renascimento e autotransformação pelo amor, trazidas com o nascimento de Jesus, vem gradualmente desaparecendo.

Portanto, se você é católico (a), se já não o fez, construa, ou melhor, monte agora, um presépio em seu lar, por mais simples que seja, e com ele resgate o sentido original do Natal em sua família e em sua vida.


Share/Save/Bookmark

Um comentário:

Lulu on the Sky disse...

Aproveito e desejo um feliz Natal a vc e a sua familia.
Que Deus dê muitas bençãos a vc.
Big Beijos